Governo estuda ampliar a quebra do monopólio para a produção de radioisótopos

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Palácio do Planalto criou um grupo de trabalho para analisar “a conveniência da ampliação da flexibilização do monopólio da União na produção de radiofármacos”. A decisão está no “Diário Oficial da União” (DOU) desta segunda-feira (5).

O grupo técnico terá onze membros, oriundos dos Ministérios das Relações Exteriores, da Fazenda, da Saúde, da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e da Ciência, Tecnologia, inovações e Comunicações.

Também fazem parte do grupo representantes da Casa Civil, do GSI, da Comissão Nacional de Energia Nuclear, da Amazônia Azul Tecnologias de Defesa e do Instituto de Pesquisa Energéticas e Nucleares.

O prazo de conclusão dos trabalhos é de 120 dias, prorrogáveis por mais 60, podendo consultar a portaria aqui.

Compartilhar